Descubra os Vinhos do Dão

A região do Dão é uma das mais proeminentes de Portugal, localizada ao sul do famoso Vale do Douro. Ela sofria de má reputação no passado, mas a atenção da mídia internacional e as melhorias na produção (e no marketing) ajudaram a região a começar a brilhar. Os melhores vinhos do Dão são agora alguns dos mais bem classificados da Europa, ganhando elogios consistentes em ambos os lados do Atlântico.

A região vitícola do Dão fica no norte do país. Leva o nome do rio Dão, ao longo do qual está localizada a maioria das vinhas da região. O Dão é um afluente do rio mais longo de Portugal, o Mondego e vários outros rios também fluem pela região. No entanto, apenas o Dão é significativo o suficiente para que o DOC local seja nomeado em homenagem a ele - principalmente devido ao granito duro e cristalino pelo qual o rio abriu seu caminho por muitos milênios.

Ao norte, sul e leste do vale do Dão estão as montanhas de granito do leste das Beiras. Estes são os mesmos picos que separam a Beira Litoral (Beira costeira) da Beira Interior (interior da Beira) e os rios Dão e Douro. Como resultado dessa posição protegida, o clima ao longo do Dão é relativamente ameno, estável e consistente entre os vinhedos. Naturalmente, isso cria uma homogeneização do terroir da região; se isso é algo bom ou ruim está aberto a debate.

A maioria das vinhas de qualidade do Dão está situada em altitudes entre 150 e 450 metros acima do nível do mar. Essa altitude eleva as videiras para fora das sombras do vale e para o calor do sol, permitindo maximizar o tempo de fotossíntese durante o dia. Também aumenta a variação de temperatura diurna, ajudando as uvas a esfriarem à noite, o que devem fazer para reter os ácidos tão desejáveis no vinho.

O maior nome na produção de vinho do Dão é Sogrape, o maior produtor de vinho em Portugal. A Sogrape possui muitas marcas famosas, incluindo Sandeman, Ferreira, Mateus, Gazela e o próprio Grão Vasco de Dão. Enquanto as instalações da Sogrape no Dão são conhecidas por sua tecnologia de ponta e atenção a todos os detalhes do processo de vinificação, as únicas adegas da Sogrape que você pode visitar estão em Vila Nova de Gaia, no coração da região vinícola do Porto.


Outro nome importante da região é o grupo Lusovini que tem sua sede em Nelas. Atualmente o grupo Lusovini tem uma das mais modernas instalações vinícolas do Dão, onde procura melhorar a qualidade e os resultados a cada safra, com o objetivo de criar vinhos distintos e com grande personalidade.

Indiscutivelmente, os melhores vinhos tintos do Dão hoje são os tintos profundos feitos com Tinta Roriz e Touriga Nacional, duas das principais uvas usadas na produção de vinhos do porto. Jaen e Alfrocheiro Preto são duas outras uvas comuns para vinho tinto, juntamente com grandes quantidades de uvas menores, como a memorável Bastardo e a Baga que domina as plantações na Bairrada, a oeste. Os vinhos brancos também são produzidos em Dão, com os melhores exemplos baseados em Encruzado, a variedade de uva de pele clara mais amplamente plantada da região.


Veja minha sugestão de vinhos do Dão:


#portugal #dao

0 visualização

©2020 por Gianni Tartari Sommelier Profissional.