O Rosé veio para ficar

Após ter passado por um período onde sofreu muito preconceito, o vinho rosé se consolidou no mercado, especialmente no Brasil.

Visto por muitos como um vinho sem graça, demorou muito tempo para que o consumidor desse a devida atenção a esse vinho leve, delicado e perfeito para momentos de descontração, sem necessariamente harmonizar, casar, acompanhar uma refeição.

A região mais famosa pela produção do rosé é a Provence, na rota do Sol, no sul da França. Seus vinhos apresentam cor muito delicada e brilhante, lembrando a casca de cebola, que nos convida a um gole – e outros mais – nos dias quentes do verão.



A produção desse vinho pode ser feita com inúmeros tipos de uva tinta, sendo as mais propícias aquelas que tem a casca um pouco mais fina, com menor quantidade dos componentes que dão cor aos vinhos tintos, as antocianinas. O segredo está exatamente no controle do tempo de contato das cascas com o mosto, o suco das uvas. Quanto maior esse tempo, mais concentrada será a cor do rosé.

Descubra os encantos do vinho rosé com essas sugestões do Sommelier Gianni Tartari:


#rosé #vinho

5 visualizações

©2020 por Gianni Tartari Sommelier Profissional.